sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013


Já faz um tempo que não tenho um tempo pra sentar, pensar e escrever.
E  hoje nessa noite chuvosa, simplesmente sentei na frente do meu notebook e resolvi escrever um pouco, liberar a alma e a mente das coisas que há ocupam o tempo todo.

Hoje estava reparando em algo que me chamou a atenção.
Estava indo trabalhar, e atrasada como sempre.
Tive a oportunidade de reencontrar uma pessoas especial.
E ela pra ajudar estava tão atrasada quanto eu.

Mas fazia tanto tempo que não nos vinhamos, que a vontade de ficar perto foi tão grande, que não conseguimos evitar. Ficamos quase meia hora paradas no meio da calçada, de uma rua movimentada aqui e Campinas. Com muitas pessoas passando e aquelas trombadas e tudo mais.
Pessoas andando depressa, algumas literalmente correndo, tão preocupadas com alguma coisa que não faço ideia do que seja, que mal conseguiam prestar atenção aonde estavam pisando.
Mas tinha algo muito mais importante do que toda aquela agitação.
O reencontro depois de tanto tempo foi realmente mágico. Não tem como explicar.
Parece que o mundo para e você não consegue prestar atenção em mais nada, a não ser na pessoa a sua frente. Passamos meia hora lá conversando; Conclusão, cheguei quase uma hora atrasada no trabalho, mas não tem problema, valeu realmente a pena.
Existem certos momentos tão especiais, com pessoas tão importantes, que nada e nem ninguém consegue tirar de você!


Aos poucos consegui perceber como nossa vida realmente muda, e como o tempo passa depressa.
Em como coisas que já te fizeram bem hoje já não tem importância alguma, que pessoas que eram o seu mundo, realmente não eram tudo aquilo.
E em como algumas pessoas faria tanta falta depois de algum tempo.
Em como suas atitudes de ontem eram na maioria das vezes tão medíocres e improprias.
E acaba se recordando de quanto tempo perdeu com coisas sem sentido, e deixou passar diante de seus olhos as coisas que realmente eram importantes e não fez nada !


Por mais que todas as coisas sirvam para aprendizado, que cada erro cometido acabe se transformando em um erro a menos amanhã, você acaba percebendo que poderia evitar vários erros, e que mesmo sabendo disso escolheu arriscar e errar da mesma forma.
Acaba percebendo que várias atitudes poderiam ter sido evitadas, e que muitas delas também poderiam ter sido tomadas.
Percebe que poderia ter ficado um minuto a mais do lado daquele amigo que realmente era importante, que poderia ter aproveitado mais aquele abraço de despedida e apertado um pouco mais forte, ou quem sabe demorado mais um minuto e aproveitado aquele momento, aquele gesto de amizade bem mais, ao invés de pensar que ele estaria ali amanhã.


Infelizmente a vida é assim, existe esse fluxo de pessoas entrando e saindo da sua vida a todo momento.
Então porque não aproveitar cada segundo ao lado daquela pessoa que hoje consegue arrancar do teu rosto um sorriso? Que consegue te fazer sentir uma alegria e paz enorme ?
Já não basta a saudade, você ainda tem que conviver com o remoro de não ter aproveitado mais o tempo em que ele esteve ao teu lado.


Será que a correria da vida é tão intensa que não existe um momento no qual você tira no minimo cinco minutos pra aproveitar aqueles segundo ao lado daquela pessoa tão especial?
Será que não há tempo para parar no meio da rua e conversar com aquele amigo que esta tão atrasado como você para ir á algum compromisso?
Será que vale tanto a pena viver a vida, mas não viver os momentos especiais, importantes e mágicos que ela muita das vezes nos proporciona?
Será que não existe 1 hora dentre as 24 que tem no dia, pra você parar pra fazer QUALQUER coisa com alguém especial?
Que tal sentar na calçada com 5 amigos e tocar um violão?
Será que não seria legal se sentar ao lado de um amigo, ligar o som e ouvir em silencio uma musica, que daqui a 20 anos ao ouvi-la você vai se lembrar que a 20 anos atras, em tal horário você estava sentado ao lado dele em silencio ouvindo uma musica, que fez todo sentido naquele momento?



Será que seus filhos e netos terão orgulho de uma pessoa que passou a vida inteira trancado em uma bolha, sem sentir nem um terço de sentimentos que existe em toda a vida?
O que você terá pra contar pra eles? Qual será a sua historia de vida?

Não apenas viva, mas também sinta cada momento dessa sua vida!


Chega a ser um grande paradoxo.
Queremos ter momentos fantásticos, mas não nos damos a oportunidade para tais momentos.
Queremos ter amigos, mas não temos tempo para eles.
Queremos viver um grande amor, mas não temos coragem de arriscar.
Queremos ser aceitados, mas nós mesmo não nos aceitamos.
Queremos viver e ter grandes historias pra contar, mas não damos lado para que isso aconteça.
Queremos que nos amem, mas nós mesmo não amamos.

A sua vida é um livro, que daqui a alguns anos poderá ser lido por alguém.
Então me diz, qual será a sua história daqui a 50 anos?
Será aqueles livros chatos e sem conteúdo algum?
Ou será o livro que mudará a vida de muitas pessoas?








Partilhar

4 comentários:

Allan Garrido disse...

Escrever sempre é bom querida! abs poéticos!

Ricky Oz disse...

Oi Bruh!
Uau, que texto inspirador. Você tem toda a razão. É preciso aproveitar cada milisegundo da vida, pois não sabemos o que nos espera à frente. Pena que a maioria só percebe isso tarde demais.

Beijos

Claudio Chamun disse...

suspiro - silêncio - outro suspiro

Monique Químbely disse...

Oii
Gostei muito de sua escrita, Bruh!
E o texto foi bem realista, pode-se dizer. Eu mesmo estou precisando aproveitar mais a vida, de uma forma melhor.
Bjs
sete-viidas.blogspot.com
@moniqueQuimbely